Identificação de substâncias puras ou em formulações através de análise espectral e quimiometria

QUINTELLA, Cristina M.; MEIRA, Marilena; ARAÚJO, Edna Maura P. de; DAVID, Juceni P.; TANAJURA, Alessandra dos S.; SILVA, Humbervânia R. G. da; GUIMARÃES, Alexandre K.; GUARÍN, Weidson L. Silva e Rodolfo R.;

Resumo:

O uso de substâncias puras ou em formulações para diversos fins, sejam extraídas de plantas e animais, sejam sintetizadas, é tão antigo quanto o próprio homem e tem servido de base para o desenvolvimento de diversos setores industriais.

Apesar do grande desenvolvimento da síntese orgânica e de novos processos biotecnológicos, o interesse pelas drogas de origem vegetal permanece e, atualmente, 25% dos medicamentos prescritos nos países industrializados são originários de plantas e 44% de todas as novas drogas têm envolvimento de produtos naturais. Por exemplo, de acordo com Hostettmann (2003), dos medicamentos prescritos, 56% são produtos sintéticos, 24% são derivados de produtos naturais, 9% são produtos sintéticos modelados a partir de produtos naturais, 6% são produtos naturais e 5% biológicos.

0:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/9788521211150-02

Como citar:

QUINTELLA, Cristina M.; MEIRA, Marilena; ARAÚJO, Edna Maura P. de; DAVID, Juceni P.; TANAJURA, Alessandra dos S.; SILVA, Humbervânia R. G. da; GUIMARÃES, Alexandre K.; GUARÍN, Weidson L. Silva e Rodolfo R.; "Identificação de substâncias puras ou em formulações através de análise espectral e quimiometria", p. 51 -102. In: RESENDE, Rodrigo Ribeiro. Biotecnologia Aplicada à Agro&Indústria - Vol. 4. São Paulo: Blucher, 2017.
ISBN: 9788521211150, DOI 10.5151/9788521211150-02