O potencial didático dos aplicativos de acessibilidade na educação inclusiva

Ribeiro, Larissa Buenaño;

Resumo:

A mobile-learning é associada a qualquer tecnologia móvel utilizada na educação, entretanto, serão aqui destacados os smartphones e tablets como suportes para os aplicativos educacionais. Segundo a UNESCO (2013), a definição da mobile-learning constitui-se na aprendizagem móvel que abrange o uso de tecnologia móvel isoladamente ou em combinação com qualquer outra tecnologia de informação para facilitar a aprendizagem a qualquer hora, em qualquer lugar. É Importante ressaltar neste momento, que para estabelecer uma definição de mobile-learning não podem ser ignorados três conceitos que direcionam sua aplicação: as tecnologias móveis; a ubiquidade ligada à mobilidade; e os usos educacionais em contextos variados. Suas áreas de pesquisa e experimentação evoluem paralelamente as tecnologias dos próprios dispositivos móveis.

0:

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/9788580393040-14

Referências bibliográficas
  • BEGUOCI, Leandro. A reinvenção do Jornalismo. Disponível em: projetodraft.com. 2015 CORREA, E. S. A comunicação na sociedade digitalizada: desafios para as organizações contemporâneas. In: KUNSCH, M.M.K (Org.). Comunicação organizacional estratégica: Aportes conceituais e aplicados. São Paulo: Summus, 2016. COSTA, R. S.; FREITAS, H. O papel da confiança do decisor no processo decisório em um contexto de risco. In: 8º Congresso Internacional de Gestão de Tecnologia e Sistemas de Informação - CONTECSI, 2011, São Paulo/SP. Anais do 8º Congresso Internacional de Gestão de Tecnologia e Sistemas de Informação - CONTECSI, 2011.
Como citar:

RIBEIRO, Larissa Buenaño; "O potencial didático dos aplicativos de acessibilidade na educação inclusiva", p. 175 -185. In: ULBRICHT, Vania Ribas; FADEL, Luciane Maria; BATISTA, Claudia Regina. Design para acessibilidade e inclusão. São Paulo: Blucher, 2018.
ISBN: 9788580393040, DOI 10.5151/9788580393040-14