WEB RÁDIO: “ONDAS” SEM FRONTEIRAS PARA UMA EDUCAÇÃO EM REDE

Ogliari, Celso Luiz; Souza, Márcio Vieira de;

Resumo:

Segundo o escritor Manuel Castells estamos em processo de transformação estrutural desde há duas décadas, um processo associado ao advento das novas tecnologias de comunicação e informação. Segundo o autor sabemos que a tecnologia não determina a sociedade e sim a sociedade dá forma à tecnologia de acordo com suas necessidades, valores e interesses (CASTELLS, 2005).

Capítulo:

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/9788580391282-06

Referências bibliográficas
  • ABRAED – Associação Brasileira de Educação a Distância. Anuário Brasileiro Estatístico de Educação Aberta e a Distância. São Paulo: Instituto Monitor, 2008.
    BAUMAN, Z. Globalização, as conseqüências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1999. BITTENCOURT, D. F. A construção de um modelo de curso “lato sensu” via internet – a experiência com o curso de especialização para gestores de instituições de ensino técnico UFSC / SENAI. Disponível em: . Acesso em: 23 junho 2014.
    BLACK, R. Web sites que funcionam. São Paulo: Ed. Quark, 1997.
    BRECHT, B. Teoría de la Radio. In: BASSETS, Lluís(ed.). De las ondas rojas a las radios libres. Textos para la historia de la radio. Barcelona, Gustavo Gili, 1981, apud ZUCULOTO, V. R. M. Debatendo com Brecht e sua Teoria do Rádio (1927-1932): um diálogo sempre atual sobre o papel social e as potencialidades da radiodifusão. INTERCOM, 2005.
    CALABRE, L. A era do rádio. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2004.
    CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2000.
    CASTELLS, M. Era da informação: economia, sociedade e cultura. Vol. I, II e III. São Paulo: Paz e Terra, 2005.
    CUNHA, M. R. (Org.); HAUSSEN, D. F. (Org.). Rádio brasileiro: episódios e personagens. Ed. Porto Alegre: Edipucrs, 2003.
    DEL BIANCO, N. R. As forças do passado moldam o futuro. São Paulo: Revista SET, 85, 2006. pp. 12-18.
    FGV - FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS. Mapa da Exclusão Digital. São Paulo: FGV, 2003.
    FILHO, J. T. Comunidades Virtuais: como as comunidades de práticas na internet estão mudando os negócios. São Paulo: SENAC, 2002.
    GIDDENS, A. As consequências da modernidade. São Paulo: UNESP, 1991.
    GOMEZ, Margarida Victoria. Educação em Rede: uma visão emancipadora. São Paulo: Editora Cortez, 2004.
    IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - Brasília: 2010.
    ITU - INTERNATIONAL TELECOMMUNICATION UNION. World Telecommunication/ICT Development Report 2010. Geneva Switzerland: ITU, 2010.
    LÉVY, P. A Inteligência Coletiva: por uma Antropologia do Ciberespaço. São Paulo: Loyola, 2000. LÉVY, P. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. São Paulo: Editora 34, 2004.
    LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999.
    MATTAR, J.; VALENTE, C. Second Life e Web 2.0 na educação: o potencial revolucionário das novas tecnologias. São Paulo: NOVATEC Editora, 2008.
    MEDITSCH, E. A Nova Era Do Rádio: o discurso do radiojornalismo enquanto produto intelectual eletrônico. XX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação Santos, 1997.
    MOREIRA, S. V. Tecnologia e Legislação para o rádio no século XXI. In: MOREIRA, S. V; DEL BIANCO, N. (Org.) Desafios do rádio no século XXI. Rio de Janeiro: UERJ, 2001.
    MORIN, E. Ciência com Consciência. Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil Ltda., 2005.
    NUNES, I. B. A história da EaD no mundo. EaD: o estado da arte. LITTO, F. M.; FORMIGA, M. (orgs.). São Paulo: Pearson Education, 2009.
    OBERCOM. Observação e saber em comunicação. Anuário da Comunicação 2008 -2009. Lisboa: OberCom, 2010.
    OECD. Manual de Oslo: Diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. 3ª ed. Paris: OECD, 2005.
    PEREIRA, A. T. Cybis. (org.). AVA - Ambientes Virtuais de Aprendizagem em Diferentes Contextos. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna, 2007.
    PERUZZO, C. M. K. Rádio Comunitária na Internet: apoderamento social das tecnologias. Artigo Intercom: UMESP, 2005.
    PLAZZA, J. Processos Criativos com os meios Eletrônicos: poéticas digitais. São Paulo: Hucitec, 1998. PRETI, O. Educação a distância e globalização: desafios e tendências. In: Educação a Distância: construindo significados, Cuiabá: NEAD/IE - UFTM, NEAD, IE, UFMT, 2000.
    RHEINGOLD, H. A comunidade virtual. Lisboa: Gradiva Publicações, 1997.
    ROQUETTE-PINTO, V. R. Roquette-Pinto, o Rádio e o Cinema Educativos. Revista USP, n. 56, p. 10-15, dezembro/fevereiro 2002/2003.
    RÜDIGER, F. As teorias da Cibercultura: Perspectivas, questões e autores. Porto Alegre: Editora Sulina, 2007.
    SOARES, I. de O. Educomunicação e Cidadania: A construção de um campo a partir da prática social. Salvador, Bahia: XXV Congresso Intercom, 2002.
    TIFFIN, J.; RAJASINGHAM, L. A universidade virtual e global. Porto Alegre: Artmed, 2003.
    UAB – Universidade Aberta do Brasil. Disponível em: < http://www.uab.capes.gov.br/images/stories/downloads/Catalogo/apresentao.pdf //>. Acesso em: 23 junho 2014.
    VIEIRA DE SOUZA, M. Redes informatizadas de comunicação: a teia da rede internacional DPH. São Paulo: Blucher Acadêmico, 2008.
Como citar:

Ogliari, Celso Luiz; Souza, Márcio Vieira de; "WEB RÁDIO: “ONDAS” SEM FRONTEIRAS PARA UMA EDUCAÇÃO EM REDE", p. 61-74 . In: Mídias Digitais, Redes Sociais e Educação em Rede: Experiências na Pesquisa e Extensão Universitária. São Paulo: Blucher, 2015.
ISBN: 978-85-8039-128-2, DOI 10.5151/9788580391282-06