Jogabilidade em jogos educacionais para crianças com discalculia

Cezarotto, Matheus Araujo; Battaiola, André Luiz;

Resumo:

Kucian e von Aster [2015] apontam que a sociedade ainda subestima a relevância da compreensão numérica na vida quotidiana, inclusive das crianças. Para esses autores, as habilidades matemáticas são essências

no dia a dia de qualquer indivíduo. A comissão do parlamento britânico, por exemplo, classifica o conhecimento matemático como parte do conceito “capital mental”, o qual aborda sobre o desenvolvimento intelectual da população e suas contribuições para a economia da sociedade [COOPER et al., 2010]. Diante disso, em uma comunidade, os transtornos de aprendizagem, como, por exemplo, a discalculia do desenvolvimento (DD), são considerados um dos principais causadores de prejuízos ao capital mental [HAASE et al., 2012]. Em síntese, a discalculia é um transtorno específico que afeta a capacidade de aprendizagem da matemática [KAUFMANN e VON ASTER, 2012] O uso de intervenções computadorizadas para remediar a discalculia do desenvolvimento demonstra ser uma abordagem promissora [Käser et al. 2013].

0:

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/9788580393040-20

Referências bibliográficas
  • AGUIAR, M.; BATTAIOLA, A. L. Gameplay: uma definiçã o consensual à luz da literatura. In SBGames, XV Simpósio Brasileiro de Games e Entretenimento Digital. São Paulo, 2016. BARENDREGT, W. (2006). Evaluating fun and usability in computer games with children. 2006, 189 f. Tese (doutorando em Design) Eindhoven: Technische Universiteit Eindhoven. 2006. BASTIEN, J. M. C.; SCAPIN, D. L. Ergonomie Criteria for the Evaluation of Human-Computer Interfaces. (Relatório de Pesquisa N°. 156). INRIA -Institut National de Recherche en Informatique et en Automatique, Rocquencourt, França. 1993. BASTOS, J. A. et al. The prevalence of developmental dyscalculia in Brazilian public school system. Arquivos de neuro-psiquiatria, v. 74, n. 3, p. 201-206, 2016.
Como citar:

Cezarotto, Matheus Araujo; Battaiola, André Luiz; "Jogabilidade em jogos educacionais para crianças com discalculia", p. 250-266 . In: Design para acessibilidade e inclusão. São Paulo: Blucher, 2018.
ISBN: 9788580393040, DOI 10.5151/9788580393040-20